Notícias

14/09/2017 | 19h41min

Uma feira para sentir o mundo

Imagine uma feira do livro em que não há somente um espaço onde obras são vendidas, mas sim, um universo de cores, sentidos, sons, gestos e formas. Aqui, a imaginação tem livre passagem. Foi assim a Feira do Livro realizada pelo Colégio de 11 a 13 de setembro no Ginásio Luiz Antônio Mierczynski.

Com o tema “Diversas formas de ler o mundo”, o evento contou com uma grande lista de atividades para os alunos. Magale da Silva, bibliotecária na São Judas, comenta que sugeriu que esse conteúdo fosse abordado na feira a fim de instigar os sentidos. Já na entrada do ginásio é possível perceber que o tema foi levado à risca: fitas foram coladas na porta para que os convidados entrem em contato com o ambiente. “Eu propus que os grupos de alunos do quinto ano escolhessem livros e contassem a história de maneira diferente usando outros sentidos para que a plateia ouvisse a história de uma maneira diferente também”, destaca.

Ao fundo do ginásio, os alunos foram desafiados para uma experiência. O cantinho das sensações contém diversos itens para cheirar, sentir, experimentar e tocar. Imagens são projetadas e sons são reproduzidos para que os pequenos descubram o que estão sentindo, ouvindo e vendo. Turmas do sétimo ano recriaram obras de arte de pintores famosos e uma exposição foi montada para que todos pudessem prestigiar. Alunos do segundo ano escreveram suas próprias releituras de “Chapeuzinho Vermelho”, onde cada página conta a história com texturas que podem ser tocadas, formando uma percepção nova.

Cada estande continha livros e histórias diferentes. Segundo Iria Müller Poças, escritora e proprietária da Editora Iria participante de feira, o momento é importante: “Eu gosto de participar da feira da São Judas pois, se eu deixar os livros apenas na livraria, eles não vão conhecer. Aqui a gente vem, conversa com os alunos e isso nos aproxima, gerando amor pelos livros”. A Feira do Livro do Colégio acontece todos os anos no mês de setembro.

 

Voltar