Notícias

14/09/2017 | 16h18min

Movimento renascentista inspira vernissage do Colégio São Judas Tadeu

Os alunos do 7º ano se inspiraram no movimento renascentista para criar releituras de obras dos artistas Sandro Botticelli, Michelangelo, Leonardo Da Vinci, Rafael Sanzio, William Shakespeare, Donatello, Caravaggio e Ticiano. O projeto “Do Renascimento ao século XXI – a obsessão pelo retrato” integra o plano de ensino da disciplina de História e é coordenado pela professora Ana Paula Soares.

Entre os objetivos, conforme Ana Paula, está em conhecer e identificar os artistas do renascimento, pesquisar as obras e relacioná-las com as características do movimento cultural, ocorrido entre os séculos XV e XVI. “Após, os alunos produziram releituras de obras renascentistas utilizando as técnicas de pintura e de fotografia”. As turmas 371 e 372 foram divididas em oito grupos. “Depois de sorteado o artista a ser trabalhado, foram confeccionados scrapbooks, além de termos feito debates em sala de aula sobre o Renascimento Cultural, seu contexto histórico e suas características presentes nas obras dos artistas deste período”, destaca Ana Paula.

VERNISSAGE: ao todo 24 obras fizeram parte da exposição do dia 13 de setembro no ginásio do Colégio São Judas Tadeu. De acordo com Graziela Loureiro, diretora do Colégio e professora de História, o momento atual tem relação com o século XV e XVI. “Durante o Renascentismo, os retratos eram uma forma de demonstrar o poder financeiro e status social, pois só a nobreza e os burgueses tinham condições para pagar. Hoje, com a universalização dos aparelhos eletrônicos - smartphones e tablets - a fotografia passou a ser mais democrática e acessível a todos. O trabalho das crianças é uma mostra disso”, afirma.

O Renascimento foi um movimento cultural que marcou a fase de transição dos valores e das tradições medievais para um mundo totalmente novo, em que os códigos cavalheirescos cedem lugar à afetação burguesa e às máscaras sociais desenvolvidas pela burguesia emergente. Esta importante etapa histórica predominou no Ocidente entre os séculos XV e XVI, principalmente na Itália.

Confira a matéria do Jornal O Sul sobre a exposição. 

Voltar