Notícias

01/12/2017 | 11h18min

A arte através dos olhos das crianças

Uma exposição cheia de cor, luz, vida. Os trabalhos enchem os olhos tamanha a criatividade. Conseguimos imaginar o passo a passo que os pequenos fizerem ao elaborarem suas criações. Assim foi o Vernissage da Educação Infantil São Judas Tadeu. O evento, que ocorreu no Átrio do Bourbon Country no dia 09 de novembro, foi inspirado em grandes obras dos artistas plásticos Aldemir Martins, Alfredo Volpi, Gustavo Rosa, Iberê Camargo, Joaquim Alcantara e Wassily Kandinsky.

Durante o decorrer do ano, os alunos colocaram em prática o projeto de conhecer e aprender mais sobre arte. A Supervisora Pedagógica do trabalho, Taís Helena Soldatelli, explica como é realizada a escolha dos artistas: “os professores, levando em consideração a faixa etária e os interesses demonstrados pelas crianças, tem a sensibilidade de definir os pintores que cada turma irá trabalhar. Desta forma, os alunos pesquisam sobre a história, o tipo de técnica e os materiais utilizados”.

O Vernissage é o resultado do empenho dos alunos nesse projeto. Eles fazem releituras das obras com a criatividade que só as crianças têm. A exposição é apresentada à comunidade escolar com o objetivo de incentivar a cultura, além de valorizar as produções dos pequenos grandes artistas. “Proporcionar o contato com a arte na escola desde cedo possibilita ampliar o repertório cultural e isso reflete diretamente na maneira como os alunos vão se comportar diante do mundo no futuro. A arte faz parte da vida da criança como instrumento de leitura do mundo e de si mesma”, destaca Taís Helena.

Ao longo do evento, as crianças mostravam, orgulhosas, suas composições. Os alunos trabalharam em obras individuais, mas também, em obras coletivas, onde cada criança pintava uma parte da tela, imaginando e inventando a tarefa em grupo. Durante o projeto, diversas técnicas foram utilizadas. São dobraduras, pinturas, recortes e colagens que se transformam em um grande quadro colorido, permitindo às crianças uma liberdade imaginativa, surgindo assim, as releituras artísticas. Entre tantos processos, interpretações e materiais utilizados, mesmo que as obras inspiradoras sejam as mesmas para as turmas, nenhuma criação é igual a outra: cada uma traz um pouquinho de cada criança. 

Confira a galeria de fotos completa do evento.

Voltar